quinta-feira, 12 de setembro de 2013

PADRE pode ser gay, pedófilo, só não pode Ser Humano?!

Eles são Homens, são Humanos, mas ao se tornarem Padres se transformam em propriedade da Igreja Católica... Sem Direitos Civis, precisam obedecer as Leis determinadas pela Igreja, mesmo que vá de encontro aos Direitos do cidadão brasileiro, do Ser Humano... Padre Carlos Nascimento, 40 anos de sacerdócio dedicados com amor e paixão, sem nunca ter tirado férias, foi trocado feito coisa, pelo fato de ter adoecido e sido internado, sendo obrigado a entregar a igreja e seus fiéis de mais de 28 anos, sem nenhuma consulta... O Arcebispo de Niterói mandou, eu tenho de obedecer, diz Ele... Apesar de já estar liberado pelos médicos e trabalhando nas outras igrejas.... Ele, sente-se infeliz e magoado, mas não tem Direito de reclamar...

Padre Carlinhos sentado à esquerda, de cabeça baixa, serviente e submisso ao que determinaram pra Ele

Sou Católica, Apostólica Romana e Ecumênica, sou uma pessoa pública pelo fato de ser radialista...

Não tenho base concreta quanto a estes questionamentos sobre a sexualidade ou abuso de menores por conta dos Padres, sobre estes assuntos, tomei conhecimento através dos escândalos na Mídia Mundial, também não sei se isto foi solucionado, se bem que; quanto a questão da homossexualidade, parar nós, leigos, constatamos ser visível aos olhos, algo que dizem; a Bíblia condena (maldito seja o homem que toma para si outro homem, fazendo dele sua mulher, algo assim...), costumo dizer sempre, que; nada tenho a ver com o sexo de uma pessoa, a não ser que esteja interessada nela sexualmente... tenho muitos amigos e amigas gays que amo de paixão, acho que deveria ter pena de morte para os pedófilos e para os outros agressores sexuais...

A questão que vivenciei foi sobre o Homem deixar de Ser Humano após se tornar Padre, no meu viver de Ser Humano, algo muito triste e condenável, uma vez que; Eles são nossos médicos espirituais, o nosso socorro de fé e esperança em momentos difíceis de nossas vidas humanas... portanto, para nós, são acima de tudo, seres muito humanos, doces e amigáveis, capazes de nos consolarem e nos orientarem nestes momentos difíceis, enfim; vemos no Padre um ser amado de nossa família...

Então, nós temos em nossa família este Padre, Carlos do Nascimento (Padre Carlinhos) como é conhecido por todos na Paróquia São João Batista, bairro Tenente Jardim, Niterói, RJ, onde, exerceu a obra sacerdotal como Vigário por quase 29 anos, inclusive, paralelamente, na Capela Santa Rita de Cássia no Morro do Castro, também, como Capelão no Colégio N. Sra. das Merces há mais de 20 anos, além de celebrar Missas em outras comunidades quando solicitado e, óbvio, no extenso trabalho que envolve sua vida além das celebrações, realizando batizados, casamentos, Missas festivas, levando a benção aos enfermos, dando a benção final aos mortos, aliás, acho a pior parte da vida dos Padres, porque neste momento, eles precisão se superar para consolarem famílias, às vezes, são amigos e parentes seus...

Padre Carlinhos, 68 anos, 40 anos dedicados ao sacerdócio com amor e paixão, tendo tirado apenas uma vez férias, adoeceu no dia 17 do mês passado, agosto 2013, sendo internado, "após ter sido constatado" uma isquemia cerebral transitória, me coloquei à disposição como sua acompanhante, ficando até o final de sua "alta" do hospital no dia 22 do mesmo mês de agosto (5 dias), ENTÃO COMEÇOU A VIA SACRA DE SUA VIDA SACERDOTAL... Orientado para sair do hospital e ir para o Seminário São José, antes, passou em sua casa para pegar alguns pertences e ver como estavam suas 4 gatinhas de estimação, dali, fomos para o lugar indicado para sua "recuperação e atenção", levados pelo nosso amigo Medeiros... chegando lá, o Padre Carlinhos que tinha acabado de sair de uma cama de hospital, ainda, com atestado médico para o dia 30 do mês, teve que subir 2 lances enormes de escadas (sem corrimão para idosos), sendo instalado no último quartinho de um corredor imenso, algo que achei agressivo para seu estado debilitado, tanto que liguei reclamando para o Padre Marcelo que cuidava desta parte, acho que sem querer condenei nosso Padre a esta Via Sacra... na semana seguinte, aconteceu o Retiro Espiritual dos Padres no Sumaré, o Arcebispo mandou que o Padre Carlinhos fosse, embora, ainda estivesse em atestado médico... 

Sintam a desumanidade deste Arcebispo, ao comunicar ao Padre Carlinhos, no 2º dia de Retiro que Ele estava sendo substituído da Igreja que praticamente construiu, deixando a comunidade e seus fiéis, pessoas amigas, que o tratavam como Membro de suas famílias, tendo como opção de moradia, o Seminário ou dividindo outra Igreja com um Padre bem idoso... Enfim; Padre Carlinhos, sente-se, confuso, triste, infeliz, "se alimentando somente para tomar os remédios", está pele e osso, não tem vontade de sair de "sua casa" porque não tem, algo seu,  pra onde levar seus móveis e suas 4 gatas de estimação (muitos fiéis, inclusive, nós, damos opções ao Padre Carlinhos de moradia e mudança em sua vida)... Ele nos diz que é um Padre... 
Ainda, teve que participar da Missa de substituição, sentindo-se totalmente humilhado e magoado com esta situação, sem nada poder fazer... Antes de acontecer oficialmente esta substituição, disse-me: para não fazer nada com medo de represália por parte do Arcebispo que poderia fazer coisa pior com Ele, lembrando o caso de outro Padre que se rebelou contra uma Ordem do Arcebispo...

Vejam vídeo no canal do youtube: mtmmonteiro/A Igreja Católica manda...  A maneira arrogante, autoritária e nojenta que o Vigário Episcopal, Marcelo, frisa a autoridade da Igreja sobre a vida de suas propriedades humanas, os Padres, fazendo e mandando como eles determinam... Me senti numa tribuna no Tempo da Inquisição, muito triste, deprimente e revoltante...

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes